happy-team

happy-team


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Boicote internacional para travar Wikileaks

Ir em baixo 
AutorMensagem
demoura
super moderador
super moderador
avatar

Data de inscrição : 30/01/2010
Idade : 38

05122010
MensagemBoicote internacional para travar Wikileaks

O serviço de pagamento online PayPal, sediado nos EUA, anunciou ter bloqueado as transferências financeiras em benefício do Wikileaks. É mais um duro golpe contra o site da Internet que tem estado no centro de um escândalo diplomático.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



"A PayPal bloqueou de modo permanente o acesso à conta utilizada pelo Wikileaks, devido à política comercial da PayPal que proíbe o uso do serviço de pagamento online para encorajar, promover ou facilitar qualquer actividade ilegal", segundo um comunicado divulgado na sexta-feira à noite. "Informámos o proprietário da conta desta decisão", adianta o comunicado.
Ontem, já não era possível fazer doações para o WikiLeaks através do PayPal e qualquer tentativa gerava uma mensagem de erro: "Este beneficiário está actualmente impossibilitado de receber dinheiro".
Depois de ser banida pelo grupo Amazon e pelos serviços da empresa norte-americana EveryDNS, a Wikileaks conseguiu um albergue alternativo em França, junto da OVH. Contudo, o director-geral da empresa anunciou ter decidido recorrer à Justiça para averiguar a legalidade do site no país, depois de alegadas pressões do Governo francês para proibir o albergue do site. Para além desta possível localização francesa, o Wikileaks tem outras alternativas, incluindo endereços na Alemanha, Holanda e Finlândia.
O WikiLeaks tem conseguido fintar os ataques mudando o endereço de seu site principal. Ontem, publicou no Twitter um endereço IP para ajudar o público a ter acesso aos documentos, através de um caminho diferente.
E enquanto o criador do WikiLeaks, Julian Assange, recebe atenção mundial pela divulgação de dados secretos, a suposta fonte do portal é mantida presa.
Pena de morte
Trata-se do soldado Bradley Manning, de 22 anos, um analista de informação do Exército americano que esteve no Iraque. Está preso desde Maio. O militar é acusado de ter copiado telegramas diplomáticos e pela publicação de relatórios sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque. O soldado está isolado numa cela na base de Quantico, na Virgínia.
Até agora, o Exército apresentou acusações contra ele pelo roubo de dois vídeos de guerra e pela divulgação de 50 telegramas. Pode ser condenado a 52 anos de prisão. Mas há quem o acuse de traição é peça a sua condenação à morte. O julgamento deverá ocorrer no primeiro semestre do próximo ano.

jn

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

 Tópicos similares

-
» A Noite Sem Fim - Serenata para a Eternidade (Crônica Oficial)
» Com conseguir dinheiro de graça para sua conta paypal
» Cama nas Casas , Que Desce Para Dormir.
» (Capítulo 5) De volta a rota 2, indo para Viridian !
» [Dispondo/Fabrica] Chapéus/Elmos para visual do equipamento
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Boicote internacional para travar Wikileaks :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Boicote internacional para travar Wikileaks

Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
happy-team :: INTERNACIONAIS-
Ir para: